quarta-feira, 16 de abril de 2014

VILA VIÇOSA: 25 de Abril - 40 Anos


No dia 24 de Abril de 1974, há 40 anos, não havia praças livres em Portugal. E a tal cantiga (Grândola, de Zeca Afonso) era canção maldita para o regime ditatorial. Mas nessa primavera, poucas horas depois, tudo mudou: a cantiga ouviu-se na rádio (foi uma das senhas da Revolução), finalmente houve liberdade nas praças e os cravos tornaram-se uma marca fundamental de Liberdade, no mais amplo sentido da palavra.

Passaram 40 anos. Celebrar a Revolução de Abril faz hoje, talvez mais que nunca, todo o sentido. Para que não se repita a ditadura, a opressão, a censura.